Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Tem gente

Imagem
Tem gente que faz a gente rir. Rir do nada, rir por nada, por tudo; ficar com a boca doendo de tanto rir. Tem gente que gosto de ver os olhos puxados na foto, ao lado dos meus. Tem gente que tem cada história que a vontade que dá é pôr no colo e fazer esquecer. Tem gente que tem a risada gostosa. Tem gente que ouço a voz do outro lado da rua. Tem gente que não assume que eu descobri o Desafio todinho. Tem gente que se perde comigo em senhas e balcões. Tem gente cujo celular não para de vibrar. Tem gente que ALÔ, QUEM VAI TIRAR UMA FOTO NOSSA? Tem gente que "Rute, sua blusa é clarinha. Vai sensualizar nessa chuva." Tem gente que não tem amor à Obra. Tem gente que é fofa e não gosta de falar mal dos outros. Tem gente que diz que vou perder o ônibus se continuar passeando, mas mal sabe que fico cega sem os óculos e com tantos faróis na minha frente. Tem gente que me faz ter vontade de enganar o relógio, pra ficar junto mais tempo. Tem gente que não dá pra dizer que é gente de i…

Minha vida misteriosa

Era uma vez..  Sou Rute desde que me conheci. A inteligentinha tímida da professora, a irmã caçula docinha, a amiga dedicada. Às vezes sinto raiva por eu ser tão eu mesma o tempo todo. Sei lá, eu poderia ser meio Angelina Jolie de corpo, alma e bolso, não seria má ideia. 
Me surpreendi quando a Ju e o Fagundes disseram que sou uma chata e que não compartilho minha vida na internet. Logo eu, que sempre falei absolutamente tudo sobre mim. Descobri que não sei o que contar. Eu até poderia fazer uma lista, mas ninguém aguentaria chegar no item vinte. 
O que eu posso dizer? Gosto de viajar, inglês, música, chuva, mar (Arpoador <3). Sou hipersensível, na minha. Quando cismo, viro o burro falante.
Viram como é esquisito? Não dá pra fazer uma lista "quem sou eu", porque eu sou, simplesmente. Vivo sendo o tempo todo. Se eu parar pra pensar em tudo, vou deixar de ser. E ficar divagando.
O meu mundo é meio complicado. Nem eu mesma consigo ficar nele por muito tempo. Mas de uma coisa eu …

Salvem a professorinha!

Imagem
Era uma vez uma menina. Ela sonhava em ser professora. Certo dia, matriculou-se numa Escola Normal e esperou. Por obra do destino, houve um erro em sua matrícula e ela ficou sem escola. A pobre menina ficou muito triste, pois seu grande sonho era estar numa sala, cercada de crianças, ensinando. Passou dois dias ao telefone, que só dava ocupado, tentando matricular-se em outra escola. Ao fim do segundo dia, conseguiu a matrícula, porém, não para o Curso Normal. A menina, já bem triste, cursou a primeira semana de aula, sabendo que não era ali que queria estar. O Destino, aquele mau caráter do começo da história, resolveu se redimir. A menina foi acompanhar uma amiga à Direção, e falou ao diretor que seu sonho era ser professora, e seus colegas de classe, muito mais velhos, faziam muita bagunça e barulho, e ela se sentia prejudicada, e foi nesse momento em que o Destino moveu os seus pauzinhos, e, no dia seguinte, a menina foi transferida para o Curso Normal. O Destino ficou contente em …

"Amigos? Sim, por favor."

Imagem
Acho que Charles Dickens escreveu essa frase numa espécie de visão do nosso futuro. Ter amigos é ser recebida por um cair de ombros desanimado, aceitar ser guiada por quem também não conhece o caminho, levar uma vida dentro de um ônibus, andar 5km, faminta, e voltar os mesmos 5km na mesma hora, ser mimada com queijo, doce e livro (emprestado, ok), falar mal dos outros - e gostar disso! -  rir de quem anda na areia da praia de tênis - e gargalhar quando essa pessoa é alcançada pela onda e pede arrego -, ter com quem dividir o Arpoador, meu lugar preferido no mundo, virar modelo no Caribe, ter em quem apoiar no metrô pra não cair, e, acima de tudo isso, entrar num mundo paralelo e querer reviver cada segundo novamente.




















A beleza de ter amigos de Deus é que, não importa onde ou como, Eles sempre me fazem agradecer secretamente a Ele pela presença, amizade, pelos sorrisos e pelas lembranças.
... mas, olha, vocês são testemunhas: o Fagundes me trocou pela menina da Intríseca. :)

Feita de amor

Imagem
Fiquei espantada quando, lavando o banheiro, dei por mim: então é isso o problema! Eu tenho amor demais.    O problema de não saber dizer não é porque amo demais quem vai ouvir. De adiar compromissos, porque amo demais ficar à toa (e reclamo bastante por estar assim). De gastar rios de dinheiro numa passagem aérea + multa, porque amo muito o fato de ter mais vinte e quatro horas de companhias queridas. De ligar para o ex que deveria ter sido esquecido num sábado à tarde, porque ele tem uma risada deliciosa. De fazer um pacto louco com o melhor amigo, porque o laço criado dispensa explicações. De passar um fim de semana inteirinho fazendo mudança e morrendo de cansaço, porque a irmã a quem se ajuda é a melhor que alguém poderia ter.    Certo dia, ouvi uma senhora, com a qual nunca conversei muito, dizer que eu exalava amor. Na hora, eu achei bonito, mas não entendi muito bem o que aquilo significava, e fui me sentindo como uma rosa ou algo assim. Depois é que pensei mais um pouquin…