Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Até logo

Agora minhas duas mamães estão no céu.
Desde pequenininha, eu sempre te pedi pra fazer a minha canja. Às vezes você reclamava, dizia que tava com preguiça, mas era só eu insistir que você fazia. Você sempre passava aqui em casa antes de ir pra Caxias.. aliás, você ia todos os dias, pra ficar de amnésia olhando as lojas e comprando tudo. Ah, e o seu lanche, claro. Ir em Caxias e não fazer um lanche na Coruja não te deixava satisfeita. Você e João me carregavam pra todos os lados quando eu era menor. Pra igreja, pros congressos, em viagens. Eu ia à sua casa todos os dias, e você ou ele sempre estavam lá, o rádio sempre ligado. Eu reclamava com meu pai que tava resfriada, com dor, passando mal, e ele dizia: "Pede pra sua tia te levar no médico!" Ou quando dava tiro e eu ficava com medo e logo te ligava. Mas eu mal sabia que eu te levaria ao médico, cuidaria de você, te daria banana amassada na boca.. Quem tanto cuidou de mim, também precisou dos meus cuidados.
Agora não tem mai…